Reticências

marcam uma suspensão da frase, muitas vezes a elementos de natureza emocional. Indica um pensamento ou ideia que ficou por terminar e que transmite a omissão de algo que podia ser escrito, mas que não é. (...)

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Abre aspas, fecha aspas


As palavras abaixo são frutos alheios.


Falamo-nos pouco, quase nunca
Nunca a vejo, quase certeza
Parece espelho porem detalhes diferem
É sigilosa, romântica... Na dela
É única, é marcante, ignorante, contagiante sorriso que tem nela.
Pessoa singular que consegue nos amigos fazer plurais
De personalidade tão intrigante
Quanto as regras gramaticais...
...(deve ser essa a razão do seu espanhol!)
Nela encontro o mistério,
Sete véus e sete chaves encobrem o que ela é de fato
Marcante, ignorante, contagiante e bela
Assim como os tais cachos que ela mesma patentia ser dela.

/Joyce Bezerra

Nenhum comentário:

Postar um comentário