Reticências

marcam uma suspensão da frase, muitas vezes a elementos de natureza emocional. Indica um pensamento ou ideia que ficou por terminar e que transmite a omissão de algo que podia ser escrito, mas que não é. (...)

sexta-feira, 25 de maio de 2012




Me tire tudo, menos o sono, por favor.


quinta-feira, 17 de maio de 2012




Tento me ocupar as 24 horas do dia pra ver se em algum minuto eu esqueço o que eu inventei de sentir por você.





Mesmo querendo a tua felicidade, eu não consigo te ver feliz sem mim...



quarta-feira, 16 de maio de 2012





Perdoa, coração, por tanto sofrimento.
Você merece aumento de salário, retroativo e 13º...



sábado, 12 de maio de 2012


...

Te apresentei um mundo meu do qual você quer se apossar.

...

Você tem que aprender a não depender de mim. 

...

Me diz o que eu quero escutar, o que sem querer, todo dia, eu imagino saindo da tua boca.
 ...
 
Esse maio tava bonito, mesmo nós dois sozinhos, mas veio a tristeza nos acompanhar.
  
 ...




Saudade mata, viu? E eu estou morrendo aos poucos e bem que essa morte podia ser natural pra facilitar as dores. Assassinato é um crime abusurdo. Você matou qualquer possibilidade de amor.



terça-feira, 8 de maio de 2012



Tudo que vira ontem deixa um pouco de saudade.


sexta-feira, 4 de maio de 2012


Querido diário,

Eu tô numa felicidade sem motivo, sem razão, mesmo me acontecendo tudo isso, mesmo me humilhando por uma possibilidade que nunca vai existir. Eu não tô entendendo o porque dela, mas tô aceitando e quero que ela dure. Uma alegriazinha tímida dentro de um coração bobo. Tô tentando fixar na cabeça as metas que tenho, tô tentando depositar todo dia um sorriso no rosto, tô tentando todo dia extrair uma tristeza do coração. Eu tô tentando e isso que importa. E tô desistindo de um monte de coisas que eu já devia ter desistido. Mas tudo bem, tudo tem o seu tempo. E ainda bem que eu tô mais crente, mais crente de que toda dor diminui, que a felicidade pode ser prorrogada e de que futuramente flores podem ser colhidas.



terça-feira, 1 de maio de 2012

          


Cansei de brincar,
ninguém me serve, também não sirvo
cartas na mesa.