Reticências

marcam uma suspensão da frase, muitas vezes a elementos de natureza emocional. Indica um pensamento ou ideia que ficou por terminar e que transmite a omissão de algo que podia ser escrito, mas que não é. (...)

terça-feira, 30 de julho de 2013

-



Seguir em frente não tem um gosto tão amargo,
                  porém nem sempre agradável.
Existem outras bocas,
          algumas de gostos estranhos,
          outras que não se encaixam,
          outras tranquilas, caladas, selvagens.
Corpos de temperaturas variadas 
               e, por vezes, não tão ideais.
               Cada toque me é estranho.
          Cada nova ideia, uma dilaceração necessária. 



segunda-feira, 29 de julho de 2013

-



É bom olhar pra trás e admirar a vida que soubemos fazer
É bom olhar pra frente [...] um novo dia nascendo
Eu não vou chorar, você não vai chorar
Você pode entender que eu não vou mais te ver
Por enquanto, sorria e saiba o que eu sei: eu te amo.
É bom se apaixonar, ficar feliz, te ver feliz me faz bem
Foi bom se apaixonar, foi bom, e é bom, e o que será?
Por pensar demais eu preferi não pensar demais dessa vez.
Foi tão bom [...]

domingo, 28 de julho de 2013




Já joguei tudo fora, só falta o sentimento que não quer ir embora.



sábado, 27 de julho de 2013




Deveria ter tido no colégio a difícil matéria de seguir em frente.


sexta-feira, 26 de julho de 2013



Quero tirar de mim todos os sentimentos ruins.



quarta-feira, 24 de julho de 2013

-



Eu tenho fé na força do silêncio, e por vezes, 
                                            na força dos pensamentos  
                                                                            e das palavras.


-



Quando é que você vai aparecer assim meio de supetão e fazer eu colocar em prática tudo que eu aprendi nos últimos tempos? Quando? Me arrancar o riso, me dizer palavras bobas e verdadeiras. Quando é que você vai me abraçar com força? Tá me fazendo uma falta essas coisas que eu não era acostumada, mas tô me guardando, levando, seguindo.
Que saudade de você que ainda não apareceu pra mim. Que saudade de você. Quando vamos nos conhecer?



domingo, 14 de julho de 2013



(Ainda tô tentando criar coragem de apagar as tuas fotos no meu computador. Como se cada foto apagada fosse menos um dia contigo sentido.)





Tá tudo muito fora do alcance dos meus braços.



quarta-feira, 10 de julho de 2013

As cartas que eu não mando


Quero pedir desculpa por tudo de ruim que aconteceu durante esses últimos 11 meses, porque as coisas boas quero esquecer. Desculpa por tudo, por eu ter sido impulsiva, mas não posso mais me culpar, nem sentir saudade. Fui impulsiva, mas foi o meu jeito. Sinto muito por ter ficado chateada ou magoada por qualquer coisa pouca e terminado por causa das indiferenças momentâneas. Eu realmente amadureci depois de todo esse tempo. Vou procurar não fazer mais isso, mas não mais com você. Não vou usar mais a desculpa de que você foi meu primeiro relacionamento, que era uma situação nova pra mim, que eu não sabia como acertar com você, nem a desculpa de que eu não te amava no início. Você foi o meu melhor amigo - ombro - companheiro nos últimos meses, eu não soube demonstrar. Sinto muito ter te cansado ou feito você esperar tanto tempo.
Viva sua vida, vá ser feliz mesmo, você mais do que ninguém merece. Logo você vai encontrar alguém que te dê valor como você esperava, que responda não só com um sorriso quando você falar: 'tu é especial, sabia?', alguém que goste de você de cara, que não precise esperar o tempo, nem más decisões, nem a distância pra saber que você era a pessoa certa. Só queria poder te dizer isso, são minhas últimas palavras.



terça-feira, 9 de julho de 2013




"Só Deus e alguns amigos sabem da vontade que tenho de te ligar todo dia e do esforço que faço pra me segurar. Só Deus e alguns amigos sabem da vontade que eu tenho de reler tuas mensagens e esquecer cada palavra que li. Só Deus e alguns amigos sabem da esperança que ainda hoje guardo. Só Deus e alguns amigos vão conseguir te tirar de mim (um dia)."



-



Eu nunca tive medo de me perder, eu tinha medo de perder você, mas agora meu maior medo é de esquecer.



-



Sem data, sem destino, sem pra quem.


Hoje eu escutei que não devo me culpar. Que o passado existe pra ser apagado. Que o que importa é o hojeQue o que a gente tem pra resolver deve ser resolvido, mas que todos temos o próprio tempo pra isso.

[...]



segunda-feira, 8 de julho de 2013




me assustei de uma forma como nunca antes. medo que me invade. saudade que me aperta. dúvidas que me assolam. coração que se parte. 
mas, ei...pulso revive!


.




sangue quente - coração rápido - rosto molhado - nó - ponto final.


sexta-feira, 5 de julho de 2013

-


Eu invento um sonho toda noite esperando que se realize.
Acordo triste sabendo que não passam de sonhos.


segunda-feira, 1 de julho de 2013

-





Só procuro abrigo nos braços de quem não vem.