Reticências

marcam uma suspensão da frase, muitas vezes a elementos de natureza emocional. Indica um pensamento ou ideia que ficou por terminar e que transmite a omissão de algo que podia ser escrito, mas que não é. (...)

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Conversa de amigas



- Eu acho que...deixa de ser besta amiga, se joga na vida, antes que ela te jogue fora.

- É vivendo e aprendendo.
- É isso ai, e lembre-se: nada de apego. Nós praticamos o desapego, se eles quiserem se apegar, tudo bem, mas a gente não pode! Porque odeio ver mulher sofrendo por homem, odeio.
- Como a gente não se apega? aliás, como EU não me apego?
- Primeiramente... procure sempre ler os textos, livros e poemas que te ensinam que nada é para sempre, que você está sujeita a levar uma rasteira de qualquer um, pricipalmente da pessoa que mais te jura amor eterno... esses te dão uma rasteira feia depois de um certo tempo, mas isso é pura teoria, vamos para a prática! Tente botar na sua cabeça e no seu coração que homem nenhum nesse mundo, por mais santo ou safado que seja não merece uma lágrima sua, principalmente sua... que é uma pessoa independente e inteligente, que sabe muito bem se virar sozinha e é rodeada de bons amigos...
- (estou lendo, aprendendo e absorvendo)
- E outra coisa... homem tem em toda esquina, a gente perde um e encontra dez!
- Belas e fortes palavras, eu estava precisando, obrigada! Às vezes eu preciso disso, às vezes eu preciso que alguém abra meus olhos.
- Eu adoro abrir as olhos das pessoas pra isso, porque eu vivi isso. Desde pequena aprendi a enxergar a vida dessa maneira e gosto de abrir os olhos das pessoas. Gosto mesmo. E tenho certeza que um dia tu vai ta assim que nem eu, abrindo os olhos dos outros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário