Reticências

marcam uma suspensão da frase, muitas vezes a elementos de natureza emocional. Indica um pensamento ou ideia que ficou por terminar e que transmite a omissão de algo que podia ser escrito, mas que não é. (...)

terça-feira, 18 de janeiro de 2011

Teresina, 18 de janeiro de 2011


 Zéhenrique,

Pequenas palavras aqui gravadas sobre você e pra você. Me intimou. E forçadamente, mas no meu direito, aqui estou. Escrevendo sobre o que não pode ser escrito. Espero que essas palavras você não apague como tantas outras que de mim partiram. Mas como, às vezes, não governo a mim: teimo e escrevo.
Te conheci em dia de festa, como quase sempre é. E no meio das festas, a gente já chorou. E tempos depois eu rio das minhas desgraças, você rir das suas e então a gente ria das nossas tristezas juntos.
Como você mudou. Pra melhor. Mas como continua chato. Continue sendo essa pessoa chata - chata - chata que eu tanto gosto.
Te admiro muito. Por diversos motivos, fatos e histórias. Pelo que acontece contigo, dentro de ti ou dentro da tua casa. Você é o oposto de muitos homens. Você cuida. Que você faça feliz as pessoas que eu tanto gosto.
Você foi a única pessoa que chegou pra mim e disse pra aproveitar a minha vida quando ela estava mais escorregadia das minhas mãos. Você foi simples e direto, ao mesmo tempo foram palavras de peso. E desde então eu tento seguir o que de mais valor você já passou pra mim.


Um beijo, meu amigo de guerra,

Jéssica.

Um comentário: