Reticências

marcam uma suspensão da frase, muitas vezes a elementos de natureza emocional. Indica um pensamento ou ideia que ficou por terminar e que transmite a omissão de algo que podia ser escrito, mas que não é. (...)

quarta-feira, 10 de julho de 2013

As cartas que eu não mando


Quero pedir desculpa por tudo de ruim que aconteceu durante esses últimos 11 meses, porque as coisas boas quero esquecer. Desculpa por tudo, por eu ter sido impulsiva, mas não posso mais me culpar, nem sentir saudade. Fui impulsiva, mas foi o meu jeito. Sinto muito por ter ficado chateada ou magoada por qualquer coisa pouca e terminado por causa das indiferenças momentâneas. Eu realmente amadureci depois de todo esse tempo. Vou procurar não fazer mais isso, mas não mais com você. Não vou usar mais a desculpa de que você foi meu primeiro relacionamento, que era uma situação nova pra mim, que eu não sabia como acertar com você, nem a desculpa de que eu não te amava no início. Você foi o meu melhor amigo - ombro - companheiro nos últimos meses, eu não soube demonstrar. Sinto muito ter te cansado ou feito você esperar tanto tempo.
Viva sua vida, vá ser feliz mesmo, você mais do que ninguém merece. Logo você vai encontrar alguém que te dê valor como você esperava, que responda não só com um sorriso quando você falar: 'tu é especial, sabia?', alguém que goste de você de cara, que não precise esperar o tempo, nem más decisões, nem a distância pra saber que você era a pessoa certa. Só queria poder te dizer isso, são minhas últimas palavras.



Nenhum comentário:

Postar um comentário